IMAGENS DA SEMANA: UM BANHO DE PISCINA TRANQUILO NA BAÍA IMUNDA DE MANILA - FILIPINAS !

IMAGENS DA SEMANA: UM BANHO DE PISCINA TRANQUILO NA BAÍA IMUNDA DE MANILA - FILIPINAS !

IMAGENS DA SEMANA: UM BANHO TRANQUILO EM UMA PISCINA DE LUXO EM SINGAPURA

IMAGENS DA SEMANA: UM BANHO TRANQUILO EM UMA PISCINA DE LUXO EM SINGAPURA

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

A Industrialização do Brasil Atividade 1º MA

ATIVIDADE DAS FRASES TEMA: A INDUSTRIALIZAÇÃO DO BRASIL:

51 comentários:

  1. Mariana Oliveira Guimarães - 1°MA

    De acordo com a apresentação do aluno Iago Longue Martins, a frase 21 faz uma comparação entre o a Era Vargas e o governo Juscelino Kubitschek.
    Após Juscelino assumir o poder houve um grande crescimento no desenvolvimento da economia brasileira. Embora tenha sido tardia, a industrialização brasileira atraiu o capital estrangeiro e estimulou o capital nacional. Com os investimentos internos e externos houve a estimulação na diversificação na economia nacional, sendo que, nos anos 60, o setor industrial acaba superando a media de crescimento dos outros setores econômicos do Brasil.

    ResponderExcluir
  2. A frase 15 (Douglas),fala que no período da chegada da família real portuguesa em 1808,foi concedido a permissão para a implantação de indústrias no país,como por exemplo o tributo com taxas de 15% para mercadorias importadas.
    Já em 1844 a taxa tributária foi para 60%,denominada de tarifa Alves Branco.
    Com o declínio do café,muito fazendeiros deixaram as atividades do campo e entraram no setor industrial que prometia grandes perspectivas.

    ResponderExcluir
  3. Conforme a fala da colega Lays Vayllant apresentada em seu trabalho, retratando o tema Industrialização tardia do Brasil, podemos perceber que o mesmo apresenta fases e dentre essas fazes estamos vivendo na mais atual (1958 – 2009), que seria a fase do neoliberalismo e globalização.
    O país praticamente só tinha olhos para a produção de café e como a economia dependia disso o Brasil fechou portas para novas oportunidades. Com essa industrialização tardia o Brasil perdeu muito tempo, assim teve que adiantar seus objetivos para a conquista da industrialização. A fase atual mostra uma abundancia no setor serviu que mostrou maior participação no decorrer dos anos e também o aumento nas exportações. Porém o desemprego subiu devido à diminuição de mão de obra, mas isso não quer dizer que seja desqualificada.
    Devido a fatores de investimentos externos e isenções fiscais, principalmente na região sudeste nota-se uma queda na presença de indústrias perdendo para o nordeste, sendo que a região sul está sendo vista como uma importante região para a atração dos investidores, fator esse também causado pela proximidade ao MERCOSUL e países médios.
    Com à industrialização tardia, a perda de capital foi maior, isso causou o aumento da divida externa em números altíssimos, a venda de estatais e a privatização de várias empresas brasileiras pelo governo.

    Comentado por Juliana Néspoli – 1ºMA

    ResponderExcluir
  4. Comentário da frase: Rafael Partelli - Frase 39 - 1º MA

    A frase do Rafael cita uma das áreas industriais tradicionais que é a região Centro-Oeste, considerada uma dessas, por ter tido um processo de industrialização mais antigo. Porém, essa região não têm indústrias tão desenvolvidas quanto as das outras regiões, mesmo tendo diversos tipos de indústrias em seu território. Isso porque, a sua economia não depende apenas da indústria, pois também conta com a base no extrativismo, principalmente o mineral, o vegetal e a agropecuária.

    Comentado por: Daniela S. de Amorim - 1º MA

    ResponderExcluir
  5. Iago Longue Martins - 1ºMA17 de setembro de 2009 10:05

    De acordo com a apresentação da aluna Mariana Oliveira, que teve como foco as Áreas Industriais Tradicionais, percebe-se que embora a região Sudeste seja a região mais desenvolvida do país e abriga quase a metade da população brasileira, ela possui grandes contrastes por sofrer muito com a violência urbana, com as desigualdades sociais e por falta de investimento do governo.
    Conclui-se que os investimentos necessitam ser direcionados às regiões que mais precisam se industrializar, porém deve-se ter atenção ao fato da violência que cresce muito no país.
    COMENTADO POR: IAGO LONGUE MARTINS - 1º MA

    ResponderExcluir
  6. Como a colega Juliana Néspoli concluiu, podemos perceber que o Brasil só tinha olhos para o café. O que praticamente se tornou um atraso em relação a nossa industrialização. A Região Sudeste foi a primeira a "abrigar" as fábricas, pelo motivo de na época a sede do governo ser no Rio de Janeiro. Fator que ajudou a região a ser a mais industrializada hoje. Só que com a obrigação de mão-de-obra mais qualificada, proximidade dos locais de escoamento, estão levando as indústrias a se descentralizar. Isso causou fatores tantos positivos como negativos, e como sempre ps negativos atingiram aos pobres, causando desemprego. Beneficiando a classe média, que na maioria das vezes é vantajosa.
    Lays Vaillant 1º MA

    ResponderExcluir
  7. Michelle Rodrigues
    1ªMA

    -> Estou comentando o trabalho da Hanna!

    A colega apresentou sobre as migrações externas e internas. Ela explicou o que são cada uma.
    * Migrações Externas: Atravessa fronteiras internacionais.
    * Migrações Internas: Ocorre dentro do mesmo país.
    As pessoas migram para procurar emprego e melhor qualidade de vida para si e para suas famílias.
    Por exemplo: Os nordestinos migram para o Rio de Janeiro e São Paulo em busca de um emprego e de oferecer uma vida de melhor qualidade pra sua família.

    ResponderExcluir
  8. Vou comentar a frase de Raysa Nunes, de acordo com sua apresentação.
    No período de 1985 à 2001, o Brasil abre seu comércio ao exterior, cria o bloco econômico Mercosul, estabiliza sua moeda, para um melhor valorização comercial, provatiza várias empresas para obter maior lucro e reduz um pouco a participação do Estado, nas questões produtivas. Essas e outras medidas reestruturaram as indústrias brasileiras, que cresceram muito mais em relação aos outros anos.
    Com o "toyotismo" sendo iniciado, para atender as necessidades da população, a indústria se desconscentra, para facilitar o escoamento da produção e por conta da mão-de-obra. Ou seja, a indústria já não era regionalizada ou centralizada nas regiões tradicionais, como São Paulo de Rio de Janeiro. Do outro lado, é notado o fortalecimento das indústrias intra-regionais, na região Sul e Sudetes, que começaram a se aglomerar formando Clusters, um fenômeno global que tem como tendência a associação de empresas para controlar o mercado, o que depois dá origem à reconscentração industrial.

    Comentado por: Caroline Hernandes Garbellotto - 1º MA

    ResponderExcluir
  9. A frase da minha colega Ana Carla é a numero 5 que fala da industrialização.
    Ela explica muito bem sobre o sistema que o Estados Unidos e a Europa colocavam, que era a venda de produtos industrializados para os paises subdesenvolvidos, e eles mandavam matéria. e com a explicação e com uma rapida lida da frase pode perceber que os EUA e a Europa naõ se deram tão bem por causa que os paises subdesenvolvidos estão industrializando e ficando independentes dos paises do 3° mondo

    Vitor de Almeida Melo
    1°MA

    ResponderExcluir
  10. Meu nome é Fernanda e irei comentar a frase 36, que foi explicada pela Nilda.
    O Nordeste é considerado uma Área Industrial Tradicional porque ele foi uma das primeiras áreas a serem industrializada no país.Seu crescimento econômico nos últimos anos é pequeno se comparado com as outras áreas do Brasil.
    Com a Guerra Fiscal, muitas empresas so Sul e do Sudeste se deslocaram para Nordeste, já que lá as cargas tributárias eram pequenas. Nessa região pode-se encontrar o pólo Petroquímico de Camaçari, que é um dos principais do país e o maior pólo da Bahia.
    Um dos principais produtos agrícolas é a cana-de-açucar, porém esse produto vem perdendo posto para frutas tropicais, porque são de grande importancia para a exportação do país.

    ResponderExcluir
  11. Conforme a fala do colega, Bruno Pin, frase 12, que explicou o inicio da industrialização do Brasil, percebe-se que a queda do café foi um episodio que marcou a industrialização do Brasil.
    A partir daí, o Brasil viu-se na necessidade de industrialização, o que gerou um êxodo rural e, aproveitou a grande quantidade de mão-de-obra estrangeira presente no Brasil.
    Comentado por Rodrigo Fiorido, 1ºMA

    ResponderExcluir
  12. Allan Tessaro dos Santos-1°MA
    Conforme a apresentação do meu colega Afonso do 1°MA[frase 2] podemos perceber que o mundo passou por três principais processos de industrialização chamados de primeira, segunda e terceira revolução industrial.
    A primeira revolução industrial se deu na Inglaterra no século XVIII e se espalhou para os lugares mais desenvolvidos do mundo.As principais fontes de energia vão se aprimorando com o passar do tempo e já na segunda revolução industrial que aconteceu em meados do século XIX as fontes de energia usadas eram o petróleo,energia elétrica e máquinas a combustão.
    Hoje em dia vivemos a terceira revolução industrial (em termos mundiais),ela começou no final da década de 70,inicio da de 80 e os grandes avanços nas tecnologias em geral ajudaram a revolucionar o processo de produção.

    ResponderExcluir
  13. Eluana Campos Bastos-1ºMA




    A frase do alunoo Phillipe Aguiar (37)fala sobre as áreas de industrias tradicinais,dando destaque para a região Nordeste,mosntrando que a região é desenvolvida,principalmente na produção de frutas,apesar do seu clima seco e solo seco.
    Apesar da ideia de que a região não é capaz de produzir produtos agricolas,vemos que com a tecnologia e sistema de irrigação a região tem sido fundamental para a produção de frutas,como por exemplo a uva,que até então era produzida em regiões frias.
    o Nordeste destaca-se também pelos pólos petroquimicos que estão situados em salvador e distrito industrial de Aratu.

    ResponderExcluir
  14. De acordo com a fala do Wagner, que explicou a respeito da desconcentração industrial, percebe-se que no Brasil, em 1970, muitas indústrias aqui se instalaram, principalmente no Estado de São Paulo, onde o processo de industrialização aconteceu mais rápido e evidente.O setor automobilístico foi o mais rápido e em maior escala a se concentrar na região paulista. Porém, a partir de 1980, as indústrias começaram a se transferir da cidade de São Paulo para o interior do estado ou para as cidades médias. Com isso, procuram buscar mão-de-obra barata, maior lucratividade, escoamento da produção e querem melhorar a própria forma de vida. Um exemplo disso são as indústrias automobilísticas, que no período da desconcentração, procuraram migrar da região sudeste para o interior do estado e para outras cidades espalhadas por todo o país.
    Comentado por Amanda Permanhane Nascimento, 1ºMA.

    ResponderExcluir
  15. Luiz Carlos de Souza Macedo-1°MA
    Conforme a fala da aluna,Jessica Cunha dos Santos,que explicou a frase 23,que abordou o assunto da quarta etapa da industrialização até o fim do século XX.A quarta etapa foi promovida no começo por JK,q fez o projeto 50 anos em 5,que complicou muito o brasil.
    Também com a entrada dos militares em 1964,os projetos foram se complicando,até a época do milagre economico,que de milagre só tinha o nome,até que no fim do século XX houve um pequeno crescimento econômico,promovendo uma pequena melhoria.

    ResponderExcluir
  16. Conforme a fala da colega, a Laís Scarpini, que explicou a respeito do neoliberalismo, onde em 1973 no Brasil, no governo de Collor. Ele privatizou cerca de 70% das suas empresas estatais, fazendo com que a dívida externa e interna aumentasse cada vez mais, o avanço das multinaçionais, havendo uma concentração muito grande nas mãos de pessoas com classes maiores, ocorrendo assim uma exclusão social para com as pessoas de menores condições, fazendo com que as passassem a haver um grande desemprego e devidoa isso grandes empresas começam a falir, mesmo assim houve algumas tecnologias.
    Foi devido a essas e a outras consequências que marcam a industrialização do Brasil, mesmo que ele tenha essa dívida, o país ainda pode ser grande avanço, devido décadas e dinheiros perdidos todo esse tempo.

    Comentado por Karine Toneto Cachuba 1ºMA

    ResponderExcluir
  17. conforme a fala do colega,o Bernado,que explicou a respeito sobre a industrialização tardia do Brasil.

    A industrialização no brasil é considerada tardia em relação aos outros países do mundo. Nele os capitais ganhos eram pra ser investido na agricultura por o café estar em alta no mercado internacional,porém isso logo muda com a crise de 1929 que levou a queda acentuada no preço do café,mas somente após 1930 o Brasil realmente começa a se industrializar.
    Nesse período teve a grande entrada de imigrantes no país para substituir a mão escrava nas fazendas cafeeiras ,consigo eles trouxeram novas tecnicas voltadas ao abastecimento interno e abertura de pequenas oficinas.E os investimentos na infra-estrutura do país como a construção da malha rodoviaría,investimento em energia e redes bancárias .
    Por causa da divida o Brasil não conseguia se desenvolver por motivos como a fase da ditadura militar que afundou o país em mais dividas, com isso não conseguia trazer pro país novas tecnologias.

    Comentado por
    Thayane F. Da C. Fernandes 1°MA.

    ResponderExcluir
  18. Conforme a fala do colega,Carlos Roberto,frase 13,que explicou a respeito do inicio da industrialização do Brasil,que se iniciou em 1930,onde os capitais do café foram investidos na industrialização,houve a contribuição de imigrantes europeus nas fábricas e um grande investimento em infra-estrutura.Sendo que a queda da Bolsa de Nova Iorque, em 1929 contribuiu para esse processo de forte industrialização no Brasil,chamado de "substituição de importações",nesse mesmo periodo houve um grande investimento em industrias de base,e o país ingressou no processo de industrialização.
    É vísivel que a industrialização do Brasil,foi tardia e que se iniciou em 1930,quando o país entrou em processo de industrialização, que por sinal foi concentrada.

    Comentado por:Rhayssa Belmock Silva-1ºMA

    ResponderExcluir
  19. Comentário da frase 31 da aluna Maiara!

    Com a crescente não populacional aumento de impostos, mão de obra altamente qualificada e que exige melhores salários obrigaram as empresas a buscarem locais com menor população, impostos reduzidos e mão de obra barata. Essas mudanças fizeram com que alguns locais-cidades crescessem e se desenvolvessem, alé das cidades fronteiriças que também sofreram essas mudanças. Atualmente, as indústrias estão em busca de um maior escoamento de produção e de mão de obra barata portanto, estão se desconcentrando.

    Aluna: Izabella Godoy, 1°MA

    ResponderExcluir
  20. Conforme a fala do colega,Carlos Roberto,frase 13,que explicou a respeito do ínicio da industrialização do Brasil,que se iniciou em 1930,onde os capitais do café foram investidos na industrialização,houve a contribuição de imigrantes europeus nas fábricas e um grande investimento em infra-estrutura.Sendo que a queda da Bolsa de Nova Iorque,em 1929 contribuiu para esse processo de forte industrialização no Brasil,chamado de "substituição de importações",nesse mesmo período houve um grande investimento em indústrias de base,e o país ingressou no processo de industrialização.
    É vísivel que a industrialização do Brasil foi tardia e que se iniciou em 1930,quando o país entrou em processo de industrialização,que por sinal foi concentrada.

    Comentado por:Rhayssa Belmock Silva-1ºMA

    ResponderExcluir
  21. Conforme a fala da colega, a Laís Scarpini, que explicou a respeito do neoliberalismo, onde em1937 no Brasil, no governo de Collor. Ele privatizou cerca de 70% das suas empresas estatais, fazendo com que a dívida externa e interna aumentasse cada vez mais, o avanço das multinacionais, havendo uma concentração muito grande nas mãos de pessoas com classes maiores, ocorrendo assim uma exclusão social para com as pessoas de condições de menores condições, fazendo com que passassem a haver um grande desemprego e devido a isso grandes empresas começaram a falir, mesmo assim houve algumas tecnologias.
    Foi devido a essas e a outras consequências que marcam a industrialização do Brasil, mesmo que ele tenha essa dívida o país ainda pode ter um grande avanço, devido as décadas e dinheiros perdidos todo esse tempo.

    Comentado por Karine Toneto Cachuba 1°MA

    ResponderExcluir
  22. A frase 24 da aluana Julia Torres trata do período militar onde foram criados projetos que fez com que a indústria crescesse muito e que a economia do Brasil também entrasse em alta. Houve uma tentativa e internacionalização do Brasil ( intercambistas ).
    O chamado " milagre brasileiro " aconteceu nesse tempo, onde a economia cresceu muito, novidade essa que não acontecia a muito tempo.
    O " Brasil potência " deu-se porque quando os militares viram o crescimento acelerado do Brasil, eles criaram esse projeto para colocar o mesmo no mundo internacional como uma potência; mas isso mais tarde fracassou devido a Década Perdida ( período onde a dívida cresceu, pois a maior parte do desenvolvimento do Brasil doi financiado pelo capital externo, e a economia voltou a cair, o Brasil entrou em crise. ).

    * Comentado por Lívia Gonçalves Ferreira - 1ºMA

    ResponderExcluir
  23. Conforme a fala da colega, a Laís Scarpini, que explicou a respeito do neoliberalismo, onde em1937 no Brasil, no governo de Collor. Ele privatizou cerca de 70% das suas empresas estatais, fazendo com que a dívida externa e interna aumentasse cada vez mais, o avanço das multinacionais, havendo uma concentração muito grande nas mãos de pessoas com classes maiores, ocorrendo assim uma exclusão social para com as pessoas de condições de menores condições, fazendo com que passassem a haver um grande desemprego e devido a isso grandes empresas começaram a falir, mesmo assim houve algumas tecnologias.
    Foi devido a essas e a outras consequências que marcam a industrialização do Brasil, mesmo que ele tenha essa dívida o país ainda pode ter um grande avanço, devido as décadas e dinheiros perdidos todo esse tempo.

    Comentado por Karine Toneto Cachuba 1°MA

    ResponderExcluir
  24. -conformeafala do colega, Rodrigo Fiorido(FRASE 42), que explicou a respeito da concentração e a desconcentração industrial.
    A concentração Industrial foi quando as industrias se concentraram em São Paulo, pois ela tem mercado consumidor e mão-de-obra, mais ao longo do tempo essas industrias acabam se desconcentrar(tendencia atual), onde buscam novos locais onde as custos de produção sejam menores, como no Nordeste, ondes esses aspectos são menores.

    Nome: Bruno Pin Machado
    Série: 1°MA

    ResponderExcluir
  25. -conformeafala do colega, Rodrigo Fiorido(FRASE 42), que explicou a respeito da concentração e a desconcentração industrial.
    A concentração Industrial foi quando as industrias se concentraram em São Paulo, pois ela tem mercado consumidor e mão-de-obra, mais ao longo do tempo essas industrias acabam se desconcentrar(tendencia atual), onde buscam novos locais onde as custos de produção sejam menores, como no Nordeste, ondes esses aspectos são menores.

    Nome: Bruno Pin Machado
    Série: 1°MA

    ResponderExcluir
  26. Conforme a fala da colega Karine Toleto, que explicou a respeito da Década Perdida, percebe-se que com os excedentes de capitais nos países desenvolvidos. No período militar, eles fizeram vários empréstimos para fazer as construções faraônicas, consequentemente aumentando a dívida externa. Devido o aumento das taxas de juros, a dívida externa foi ficando maior e fez com que o Brasil fizesse acordos com o FMI. É notório que a Década Perdida trouxe várias consequencias, como: a desorganização da produção econômica, o aumento da inflação, o aumento da pobreza. Portanto, ao mesmo tempo que o Brasil ia crescendo aos olhos externos devido às obras, depois perdeu-se uma década devido às medidas que prejudicaram o Brasil de certa forma, fazendo com que ele não se tornasse tão desenvolvido.

    Comentado por Laís Scarpini, 1ºMA

    ResponderExcluir
  27. Nathalia Borges Cerreia - 1ºMª17 de setembro de 2009 22:04

    Comentando a frase 1 ( do aluno Alison )

    Alison falou que a indústria é o meio mais comum que existe para poder transformar peças da natureza em produtos para consumo. Esse processo usufrui de trabalho humano e alguns (ou muitos) recurso tecnológicos. Foi falado também que a indústria corresponde a um terço de toda a riqueza mundial.

    ResponderExcluir
  28. Naiara Maria
    1ªmA
    Cementário do trabalho do Gilio

    O Gilio comentou sobre a industrialização tardia do Brasil que foi de 1930 á 1955, com a Crise de 29 deu-se o exÔdo rural(busca de empregos),onde usaram os imigrantes como mão-de-obra.O governos de Getúlio Vagas impusionou o Brasil, trabalhando mais nas indútrias de base exemplo a CSN.

    ResponderExcluir
  29. Conforme a fala da Caroline Hernandes, que explicou sobre o período Pombalino o período em que Marquês de Pombal permitiu a abertura de pequenas indústrias dentro do Brasil para o consumo interno ou seja dentro do país, mas com a entrada de Maria I e seu receio que essa permissão de indústrias agilizasse o processo de independência , ela destrói as poucas fábricas existentes através do Alvará de 1785, a frase de Caroline Hernandes aborda também sobre o Antigo Regime onde a colônia vivia em função da Metrópole e a colônia não poderia ter atitudes que prejudicasse a Metrópole.
    Comentado por ( Raysa Nunes Ferreira Rosa, 1MA)

    ResponderExcluir
  30. Darlene Alves Debona18 de setembro de 2009 13:51

    Darlene Alves Debona, 1° MA.
    Conforme a fala do colega, o Rafael Checon, que explicou a respeito das indústrias tradicionais concentrando-se na região Norte e que esta é uma região pouco povoada, mas que é rica em minérios e sua economia baseia-se no extravismo vegetal. A Serra do Carajás é a área de mineração mais importante do país e a Vale do Rio Doce detém os direitor de exploração dela. Existe no Norte a Zona Franca que investe no desenvolvimento da região e oferece oportunidades as indústrias. O Pará é o segundo em produção econômica absoluta mas tem pequeno crescimento industrial.

    ResponderExcluir
  31. A aluna Thaiz Gaspar, diz que São Paulo sofre mudanças em determinadas fases da industrialização brasileira.
    Sabemos que São Paulo e a maior metrópole brasileira e de muita importância financeira, não sendo so a cidade de São Paulo, mas também todo estado é parte importante da economia brasileira. Em determinada parte da história brasileira São Paulo viu uma descentralização industrial no Brasil de forma que partes das indústrias que eram encontradas na cidade já não mais estavam lá e nem no estado e sim nas regiões ao lado como no sul, nordeste e centro-oeste, isso da às indústrias um dinamismo diferente um jeito de trabalho diferente dando mais empregos além de que torna o país mais igual e mais forte financeiramente.
    Por isso por indústrias em apenas áreas desenvolvidas do país trás à descentralização e desigualdade entre todo país e isso é o que sobra para dizerem sobre o governo brasileiro, e como administram esse país.

    ResponderExcluir
  32. Phellipe Aguiar, 1ºMA
    Conforme a fala da colega, Eluana, que explicou a respeito das Industrializações Tardia do Brasil, percebe-se que houve vários fatores que foram marcados por fases ao longo do inicio do século XX. Apesar de o Brasil investir sua renda no ramo do café e da borracha, não resultou em grande sucesso. Devido às indústrias brasileiras não passarem por pequenas oficinas tais como: serrarias, moinhos de trigo, tecelagens entre outros. Percebemos que os bens de produção e as matérias primas produzidas no Brasil, em grande parte dos bens de consumo. Após a “Lei Alves Branco”, que taxava 30% em mercadorias estrangeiras e a proibição do tráfico negreiro e com o fim da escravidão surgiu um novo Brasil, com 248 novas indústrias, gerando 24.369 empregos e respondendo por 8,3% da produção nacional do Brasil está se superando com novas estatísticas positivas para o povo brasileiro.

    ResponderExcluir
  33. De acordo com o que foi dito pela Daniela na sua apresentação, que foi sobre a Segunda Etapa da Industrialização do Brasil, a frase 15, pode-se dizer que essa etapa, que durou aproximadamente 120 anos, a partir da chegada da família real portuguesa em 1808, foi um ponto “chave”, um fator principal, para o desenvolvimento do Brasil, já que foi nesse período que houve a permissão para que existissem indústrias no território brasileiro, o que desencadeou a economia. Além disso, foi nesse momento que os fazendeiros, em prejuízo pelo declínio do café, aderiram à indústria, levando os seus recursos para ela e, assim, desenvolvendo-a ainda mais, o que foi algo decisivo para o Brasil.

    ResponderExcluir
  34. Conforme a fala da aluna Naiara Oliveira do 1º MA que explicou a respeito da região Sul e de suas atividades agrícolas.
    A região Sul tem como principal característica predominante, a vegetação rasteira, que favorece a criação do rebanho bovino. Lá existe também a concentração das atividades industriais de frigoríficos e laticínios.
    O sul possui atividade agropecuária intensiva, ou seja, utiliza a tecnologia para facilitar a produção; Isso é muito importante para a região, pois ajuda na economia tanto internamente quanto externamente.


    Comentado por: Gilio Tuão Lorencini 1º A

    ResponderExcluir
  35. Ana Carla Néspoli Dilem
    1ºMA - matutino

    Estarei fazendo um comentários da frase/apresentação do meu colega Vitor de Almeida Melo.


    De acordo com a frase do meu colega Vitor Melo as indústrias estão saindo dos locais desenvolvidos e indo para regiões menos favorecidas onde que no caso iram favorecer essas indústrias pelo fato da mão-de-obra ser barata.

    ResponderExcluir
  36. Conforme a fala da aluna Lívia Gonçalvez, que explicou a frase 29, que aborda as consequências da industrialização é possível abservar que ela trás benefícios e malefícios para um país. é valido destacar que com uma industria avançada a econômia é mais desenvolvida, além de gerar empregos e desenvolvimento em áreas tecnólogicas. Porém a industrialização pode causar destruição do meio ambiente se as industrias não tiverem uma consciência ambiental e uma idéia de que é preciso consumir e se desenvolver, mas com um desenvolvimento sutentável e que preserve o meio ambiente.
    Comentado por Julia Torres - 1ºMA

    ResponderExcluir
  37. Thais Légora 1 MA
    A primeira fase da industrialização aconteceu entre 1008 a 1850 ja a segunda fase vai de 1830 a 1930 , a terceira foi de 1930 a 1956 e o quarto periodo foi de 1956 em diante. o café exerceu uma grande importancia entre o fim do século XIX e também nas primeiras decadas do século XX isso aonteceu porque ele era praticamente o unico produto de exportação no Brasil. Depois de uma crise esses cafeicultores , buscaram novas alternativas

    ResponderExcluir
  38. Nome: Nilda Vitorino Campos 1MA
    Comentario da frase 18

    A aluna Fernanda Rangel explicou sobre a segunda fase do Brasil, a Fase de Instalação. Foi falado e explicado o que ocorreu no país com essa fase, e como ela começou. Essa fase faz parte da Industrialização Tardia do Brasil. Nesse periodo, o de 1808 a 1930, a economia do país cresceu, pois agora a Familia Real estava no Brasil, os imigrantes aumentaram, o que fez com que o mercado consumidor crescesse e a mão-de-obra ficasse mais diponivel, além de terem ajudado para a abertura de fabricas. A concentração do café em São Paulo, fez com que ocorrece o acumulo de capitais. Melhorando a economia do país, e gerando um surto industrial. Concluindo essa fase fez com que o país tivesse uma nova cara diante o mundo

    ResponderExcluir
  39. Bruno Ferreira
    A frase da Aluna Sibelli (43) fala sobre a industrialização no brasil,que ocorreu de forma irregular como nas regiões sul e Sudeste,a concentração das indústrias nas mesmas é maior.Mas nas demais esta característica já não é presente.

    ResponderExcluir
  40. A aluna Ariadne teve como tema de seu trabalho a frase 06, que trata da industrialização do Brasil no sudeste a região de maior desenvolvimento da região sudeste, e essa industrialização começou graças a maior renda do Brasil no século XX, o café, pois foi este produto q troce a maioria do capital de fora.

    ResponderExcluir
  41. Reinaldo soares 1 mc21 de setembro de 2009 20:55

    conforme a fala da colega,Emanuelli,que explicou a respeito das multinacionais,pode se dizer que atualmente elas dominam o mundo conseguindo atingir as vezes mais do que o PIB de um país.As multinacionais apereceram devido ao acúmulo de capitais, elas foram crescendo e se expandindo para fora de seu local de origem.Estas empresas começaram a criar filiais em países subdesenvolvidos após a segunda guerra mundial,e até hoje permanecem neles.

    ResponderExcluir
  42. carlos roberto santiago junior 1ma
    conforme o comentário da aluna rayssa belmock,o Brasil vem passando po uma desindustrializaçao, as industrias estão se dispersando em todo o território nacinal com isso os polos industriais estao se dispersando, a tecnologia tambem ajuda nese processo já que permiti um controle maior de emprezas em diversas regioes e um dos motivos tambem é as boas condiçoes de vida das cidades de medio porte e todos os itens conjuntos

    ResponderExcluir
  43. Conforme apresentado pelo aluno Luis Carlos, frase 30. Pode-se percerber que o Brasil, altualmente, não pode ser chamado de "nosso", já que a maioria das empresas presentes no pais são internacionais, ou seja, monopolio externo.
    Essa privatização gera muito transtorno ao mercado interno, já que tal mercado não consegue mais competir com as multinacionais, fazendo com que sejam compradas por elas ou indo á falência.
    Isso se agravou foi no periodo JK, que com seu Plano de Metas, colocou o pais numa verdadeira "invasão".
    Assim, todos os setores nacionais foram passados para trás, perdendo para p estrangeiro.
    Nessas condiçoes, o governo militar pode ter suas razoes para se rebelar.

    Nome: Jéssica Cunha dos Santos - 1°MA

    ResponderExcluir
  44. Conforme a fala do colega, o Thiago Valiate, que explicou a respeito da industrialização do Brasil, no início as industrias mais importantes estavam no sul. O interesse da região Sul era produzir para o mercado interno e depois que começou a crecer atendeu o mercado externo, atuando no mercado nacional. As indútrias modernas estão localizadas no norte e no nordeste com objetivos de atrair capitais externos para a região e torna-la também industrializada. Apesar de exportar matérias-primas o Brasil se ver impedido a ter acessos as tecnologias mais avançadas de produção e aqueles que tem acesso é o mercado externo.

    Ariadne Muniz 1ªmA

    ResponderExcluir
  45. A aluna Thaiz Gaspar, diz que o Sudeste sofre mudanças em determinadas fases da industrialização brasileira.
    Sabemos que São Paulo e a maior metrópole brasileira e de muita importância financeira, não sendo so a cidade de São Paulo, mas também todo estado é parte importante da economia brasileira, assim como varias cidades da região como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vitória. Em determinada parte da história brasileira a região viu uma descentralização industrial no Brasil de forma que partes das indústrias que eram encontradas aqui já não mais estavam aqui e sim nas regiões ao lado como no sul, nordeste e centro-oeste, isso da às indústrias um dinamismo diferente dando mais empregos, além de que torna o país mais igual e mais forte financeiramente.
    Por isso por indústrias em apenas áreas desenvolvidas do país trás à descentralização e desigualdade entre todo país e isso é o que sobra para dizerem sobre o governo brasileiro, e como administram esse país.

    ResponderExcluir
  46. O tema da Bruna foi As multinacionais. Essas empresas são praticamente vindas de países desenvolvidos como os EUA, são empresas globais e possuem filiais em várias partes do mundo, como a Coca-Cola. Elas rendem capitais altissimos e comandam os fluxos internacionais, ou seja, além de se expandirem além das fronteiras, aproximam os países.

    ResponderExcluir
  47. Rafael Palaoro Checon 1ºMA

    Conforme a fala da colega,a Darlene,que explicou a respeito da industrialização no Brasil,percebe-se que o Brasil foi um dos últimos países da América a se industrializar,porém o Brasil ainda dependia muito das atividades agrícolas e por isso diziam que ele tinha "vocação agrícola".Portugal ainda dependia da Inglaterra para comercializar seus produtos,pois ela comprava produtos ingleses e revendia no Brasil e por isso o governo português proibiu as fábricas e começou a vender mercadorias adquiridas na Inglaterra aqui.Os primeiros esforços para a industrialização do Brasil ocorreram durante o Segundo Reinado,onde empresários brasileiros e grupos estrangeiros investem em transportes,estradas de ferro,empresas e outras coisas.porém a política econômica oficial ainda privilegiava a exportação de produtos agrícolas do Brasil.

    ResponderExcluir
  48. Conforme a apresentação de Arnon que explicou a respeito da Industrialização do Brasil, pode-se perceber que com a crise 29 geraram muitos problemas para o mundo todo, e afetou muitos produtores principalmente o de café porque foi que geraram mais lucros para as industrias , mais como veio tento esses problemas a produção cafeeira acabou entrando em declínio. Depois da crise o processo de industrialização voltou a funcionar mais não ocorreu em todas as regiões do Brasil, apenas as indústrias estavam concentradas na região Sudeste em São Paulo e depois sugiram as causas da baixa mão de obra, matéria prima, infra-estrutura à indústria foi se envolvendo no restante do país e dinamizando a economia nacional. Mais como vimos o Sudeste é até hoje a região mais industrializada.

    Comentado por Thays de Oliveira Gaspar, 1ºMA

    ResponderExcluir
  49. Conforme a apresentação de Arnon que explicou a respeito da Industrialização do Brasil, pode-se perceber que com a crise 29 geraram muitos problemas para o mundo todo, e afetou muitos produtores principalmente o de café porque foi que geraram mais lucros para as industrias , mais como veio tento esses problemas a produção cafeeira acabou entrando em declínio. Depois da crise o processo de industrialização voltou a funcionar mais não ocorreu em todas as regiões do Brasil, apenas as indústrias estavam concentradas na região Sudeste em São Paulo e depois sugiram as causas da baixa mão de obra, matéria prima, infra-estrutura à indústria foi se envolvendo no restante do país e dinamizando a economia nacional. Mais como vimos o Sudeste é até hoje a região mais industrializada.

    Comentado por Thays de Oliveira Gaspar, 1ºMA

    ResponderExcluir
  50. Conforme a apresentação de Arnon que explicou a respeito da Industrialização do Brasil, pode-se perceber que com a crise 29 geraram muitos problemas para o mundo todo, e afetou muitos produtores principalmente o de café porque foi que geraram mais lucros para as industrias , mais como veio tento esses problemas a produção cafeeira acabou entrando em declínio. Depois da crise o processo de industrialização voltou a funcionar mais não ocorreu em todas as regiões do Brasil, apenas as indústrias estavam concentradas na região Sudeste em São Paulo e depois sugiram as causas da baixa mão de obra, matéria prima, infra-estrutura à indústria foi se envolvendo no restante do país e dinamizando a economia nacional. Mais como vimos o Sudeste é até hoje a região mais industrializada.

    Comentado por Thays de Oliveira Gaspar, 1ºMA

    ResponderExcluir
  51. Conforme a apresentação de Arnon que explicou a respeito da Industrialização do Brasil, pode-se perceber que com a crise 29 geraram muitos problemas para o mundo todo, e afetou muitos produtores principalmente o de café porque foi que geraram mais lucros para as industrias , mais como veio tento esses problemas a produção cafeeira acabou entrando em declínio. Depois da crise o processo de industrialização voltou a funcionar mais não ocorreu em todas as regiões do Brasil, apenas as indústrias estavam concentradas na região Sudeste em São Paulo e depois sugiram as causas da baixa mão de obra, matéria prima, infra-estrutura à indústria foi se envolvendo no restante do país e dinamizando a economia nacional. Mais como vimos o Sudeste é até hoje a região mais industrializada.

    Comentado por Thays de Oliveira Gaspar, 1ºMA

    ResponderExcluir